Charles Cros e Louis Ducos

Fotografia a cores por Charles Cros e Louis Ducos

<>

Já Niépce e Daguerrere se lamentaram de não poder reproduzir as cores na superfície sensível.

Tanto Abel Niépce, como Alphonse Poitevin e Edmond Becquerel obtiveram resultados de suas investigações, mas nenhuma concludente.

Charles Cros e Louis Ducos du Hauron coincidiram em enviar, no mesmo dia 2 de maio de 1869, à Sociedade francesa de Fotografia métodos similares sobre a reprodução das cores em fotografia. Ducos (1837-1920) obtinha sucessivamente três negativos do mesmo tema através de um filtro colocado entre a placa e a objetiva. Um seletor apropriado interceptava uma das cores primárias para cada negativo.

O positivo transparente se obtinha com a utilização de corante correspondente à cor que representava cada negativo. A tricromía é o princípio de todos os métodos de fotografia em cor, sejam subtrativos ou aditivos. Depois dos procedimentos que precisam três negativos, os sistemas de reticulados ou de mosaicos simplificaram muito o processo, já que obtinham a seleção das cores primárias numa só superfície.

Imagem tomada por Louis Ducos Du Haron

Imagem tomada por Louis Ducos Du Haron 1872 França

O procedimento Autochrome, lançado pelos irmãos Lumiére em 1908, utilizaram-se durante alguns anos e mais tarde se abandonou seu uso, pelo alto custo. Uma fotografia auto cromada observada com uma lupa ou ampliada, dá-nos a mesma impressão visual que de um quadro pintado.

Hospedagem de sites com domínio Grátis, Revenda de Hospedagem com recursos ilimitados